Ókánbí

HISTÓRICO

Após Jorjão Bafafé sair do bloco Badauê, ele se juntou aos integrantes da Associação Cultural Grupo união, do Engenho Velho de Brotas, para fundar o Afoxé Okanbí, com o intuito de apresentar as referências culturais afro-baianas da comunidade no Carnaval. O primeiro desfi le do Okanbí foi em 1983, com o tema “Ômo Obá Okanbi”, expressão iorubá que significa “Filho do Rei Okanbí”. De 1984 até 1996, o bloco parou de desfi lar, retornando em 1997 aos 

desfi les na Lavagem do Porto da Barra. Em 1998, o Okanbí se tornou um bloco afro e passou a desfi lar no Campo Grande. Em 2004, o bloco iniciou o projeto Tocando os Corações, com ofi cinas de percussão e dança afro para crianças de escolas municipais do bairro.   

CURIOSIDADES

Okanbí foi um rei da cidade africana de Ilé Isé, seu nome significa “nascido do coração”. Em 1983, o Okanbí ganhou o troféu Momo 83, com “Barca Ijexá”, melhor música do Carnaval daquele ano e que até hoje é conhecida como o hino do bloco. O diretor musical do Okanbi, Jorjão Bafafé, já tocou com o cantor de reggae jamaicano Jimmy Cliff.

AÇÕES SOCIAIS

Oficina de percussão e dança para crianças.

PRESIDENTE

Jorjão Bafafé

ENDEREÇO

Rua do Trovador, nº 13, loja 2, Engenho Velho de Brota.

 

Texto do Catálogo Ouro Negro-Carnaval 2010

 
  Site Map