Bankoma 

HISTÓRICO

O bloco afro Bankoma surgiu a partir das oficinas de arte-educação desenvolvidas no Terreiro São Jorge Filho da Goméia, voltadas para os jovens e comunidade local. O bloco surgiu como uma forma de apresentar para a população o que era produzido dentro do terreiro.    

CURIOSIDADES

O bloco tem relações com 350 terreiros de candomblé, que participam do desfi le no Carnaval. Em 2008, cerca de 80 quilombolas participaram pela primeira vez do Carnaval de Salvador. O primeiro desfi le do bloco ocorreu na Lavagem de Portão, em Lauro de Freitas. “Bankoma” é uma palavra 

de origem banto que significa reunião de pessoas.

AÇÕES SOCIAIS

Desde 2000, o bloco realiza oficinas de tecelagem, confecção de instrumentos musicais, dança afro, capoeira e percepção musical. Em 2005, a sede do bloco foi certificada como Ponto de Cultura e atualmente também oferece oficina de audiovisual. Todas as ações são abertas à comunidade. 

LOJA

Kibantu, Pelourinho.

LOCAL DE ENSAIOS

Na sede do bloco.

PRESIDENTE

Raimundo Nonato das Neves

ENDEREÇO

Rua Queira Deus, nº 78, Portão, Lauro de Freitas, BA.

 

Texto do Catálogo Ouro Negro-Carnaval 2010

 
  Site Map